Canoinhas deve integrar calendário regional de eventos

No último dia 3, nas dependências do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), na cidade de Joaçaba, reuniram-se diversos representantes de turismo com o intuito de formatar um calendário de eventos regional. A iniciativa é da Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis, seccional Santa Catarina (ABIH/SC) em conjunto com o Senac, com a Instância de Governança Turística Vale do Contestado e o trade turístico catarinense, representado por algumas das suas associações regionais.

Representando a micro região ‘Caminhos do Contestado’, participou do evento o diretor de Turismo de Canoinhas, Marcelo Tokarski, que salientou que toda a região tem um grande potencial para o turismo. “A nossa região tem muitas belezas, um povo acolhedor, excelente rede hoteleira, além de diversificada gastronomia. Temos também atrativos naturais e culturais que muitos já elogiaram. Futuramente, teremos o trem turístico e estamos a desenvolver o turismo rural. Sozinho, cada município é fraco, mas unidos, temos muito a oferecer, só é preciso união e organização e é isso que estamos fazendo”, disse Tokarski.

Santa Catarina é dividida em dez regiões turísticas. Canoinhas está na região turística Vale do Contestado, que é a maior de todas em extensão territorial, de Mafra e Curitibanos, até Água Doce e Itá. Com tal tamanho, existem entidades organizadas que trabalham micro regionalmente para o desenvolvimento do turismo, em seus municípios de abrangência. Em nossa região, Planalto Norte, a entidade é a Associação Caminhos do Contestado, com sede atual em Porto União.

A iniciativa de organizar um calendário de eventos para cada região, por parte da ABIH/SC e Senac, tem como objetivo dinamizar o turismo nas regiões, pois a maior parte dos hotéis tem boa capacidade de hospedagem e estão nos finais de semana subutilizada, na maioria dos municípios. A ideia é aumentar a divulgação dos vários eventos que já acontecem nas regiões, tentando construir uma agenda positiva no sentido de não haver competição por público, com o objetivo de distribuí-los de forma mais produtiva e assertiva.

Num segundo momento pretende-se criar eventos regionais maiores, contribuindo para combater a sazonalidade no turismo das regiões, além de divulgar as belezas, gastronomia, cultura e passeios de cada local, para aumentar o número de visitantes, principalmente nos finais de semana.

Já aconteceram três reuniões com o objetivo de elaborar e formatar o calendário de eventos, e para o final de janeiro de 2015 deve acontecer mais um encontro. Após esses primeiros encontros a ABIH/SC e o Senac, gradativamente, se retiram do projeto, mas continuam dando o apoio necessário aos municípios e entidades. Para formatar e administrar o calendário está sendo criada uma comissão gestora, com a participação das três entidades turísticas micro regionais.