Vendaval deixa estragos em Canoinhas

O vendaval acompanhado de chuva que ocorreu na noite desta segunda-feira, 7, em Canoinhas destelhou casas, derrubou árvores, placas de sinalização e causou diversos estragos em bairros, na área central e no interior do município. O prefeito Beto Faria conferiu os estragos em espaços públicos e pediu empenho da equipe para tentar recuperar as áreas afetadas.

De acordo com o coordenador municipal da defesa civil, Nelson Reis, foram poucos minutos de vento, mas o estrago foi grande. Os bombeiros e a defesa civil de Canoinhas prestaram diversos atendimentos durante a madrugada, registrando mais de 50 casas destelhadas e quedas de árvores, uma delas sobre uma residência. Na praça Lauro Muller, na área central do município, também houve queda de diversas árvores e de placas de sinalização.

Houve queda da cobertura de um supermercado na área central de Canoinhas. Os proprietários estimam prejuízos superior a R$150 mil. O vento também arrancou a cobertura de uma oficina mecânica e de uma cooperativa no município.

A usina de triagem de materiais recicláveis, no Campo D’Água Verde, também foi afetada pelo vento, perdendo quase a totalidade do telhado do barracão utilizado pelos integrantes da cooperativa de reciclagem. De acordo com a secretaria de Meio Ambiente, a coleta seletiva será feita normalmente em Canoinhas, porém, até a recuperação do barracão os materiais serão destinados para empresa credenciada na prefeitura e que tem sede no loteamento Santa Cruz.

Parte da estrutura montada no Parque de Exposições Ouro Verde para a 20ª Fesmate foi ao chão, entre elas as tendas destinadas ao espaço Vip Gastronômico e às mateadas diárias. Exaustores no pavilhão de gastronomia também foram danificados e alguns espaços foram destelhados em razão do vento. Na manhã desta terça-feira,8, as equipes da prefeitura já trabalhavam na recuperação do Parque, para poder oferecer conforto e segurança ao público da Fesmate.