Sarau Cultural é realizado em Canoinhas

A Prefeitura de Canoinhas, por meio da Secretaria Municipal de Educação, promoveu na semana passada o primeiro ‘Sarau Cultural de Prosa, Canto e Poesia’. O evento aconteceu no Centro Administrativo Dr. Haroldo Ferreira, e teve como objetivo apresentar trabalhos realizados pelos alunos da rede municipal de ensino.

O evento também fez parte das atividades alusivas ao aniversário do município, e contou com cerca de 48 trabalhos apresentados por alunos de 16 escolas municipais. As unidades de ensino haviam concorrido a premiação do Concurso Canoinhas em Verso e Prosa promovido pela Academia de Letras do Brasil para Santa Catarina – Seccional Canoinhas.

Para a coordenadora do projeto, Salete de Andrade, o Sarau despertou nos adultos o saudosismo poético. “Os alunos que apresentaram seus trabalhos demonstraram a desenvoltura adquirida em sala de aula, como também, o amor à cidade acolhedora e gentil, vindo então a despertar nos adultos o saudosismo poético”, disse Andrade.

O prefeito Beto Faria esteve prestigiando o evento e ressaltou a importância do Sarau. “Este é um momento de tomada de consciência, pois a cultura desperta a sensibilidade das pessoas para a realidade à sua volta e as estimula a refletir sobre ela a partir de outras linguagens, valorizando os talentos culturais presentes na comunidade, parabéns a todos os alunos e educandos que fizeram parte deste importante evento”, destacou Faria.

Além das apresentações dos alunos, o evento contou ainda com apresentação musical de violino, realizado pelo professor de projetos Leandro Izídio, e também com a participação do Coral dos alunos da Escola Alberto Wardenski.

Estiverem presentes no evento o vice-prefeito, Wilson Pereira, o representante do Deputado Estadual Antonio Aguiar, Paulo Rocha Faria Júnior, o Secretário de Educação, Hamilton Wendt, o Presidente da Academia de Letras do Brasil- Seccional Canoinhas, Pedro Penteado do Prado, além de diretores e professores das escolas municipais, familiares dos alunos e munícipes que visitavam o paço municipal.