ACD recebe recursos arrecadados no 10º Café Solidário

O amor ao próximo e a solidariedade foram alguns dos motivos que levaram cerca de mil pessoas à décima edição do Café Solidário, realizada na tarde de 29 de agosto em Canoinhas. Com a participação da comunidade, que além de prestigiar o evento também contribuiu doando os produtos que foram utilizados para a preparação dos pratos, foi possível arrecadar R$24.146,32, entregues na manhã desta quarta-feira,30, para a Associação Canoinhense de Deficientes (ACD).

A primeira-dama, Larissa Faria, acompanhada da secretária municipal de Assistência Social, Ângela Soares e da coordenadora do CaDúnico, Marina Oleskovicz, fez a entrega do relatório das doações e arrecadação desta edição do café para a equipe da ACD. “Estou muito feliz em estar aqui hoje, repassando o resultado da dedicação dos voluntários na venda de cartões e da comunidade que aceitou o convite para participar do café. É muito bom ajudar pessoas que precisam muito de nosso apoio e que nos dão uma grande lição de vida”, disse Larissa.

A décima edição do Café Solidário também contou com o apoio de empresários, clubes de serviço, profissionais de comunicação e um grande time de voluntários, responsáveis pela produção dos pratos e atendimento ao público durante o evento. De acordo com a equipe organizadora do Café, este ano foram mais de 100 bolos doados pela comunidade, além dos brindes sorteados durante o evento.

Há 15 anos a ACD atende pessoas com deficiência física e sensorial de Canoinhas e região, realizando mais de 600 atendimentos ao mês, entre transporte, fisioterapia, consultas e assistência social. A entidade, que não tem fins lucrativos, é mantida com recursos oriundos de subvenção repassada pelo governo municipal, além das doações feitas por algumas empresas e promoções realizadas pela entidade, como a venda de pastéis.