Defesa Civil realiza reunião em Canoinhas

Na manhã desta sexta-feira,23, os integrantes da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) estiveram reunidos a fim de compartilhar informações sobre a situação do município depois de diversos dias com chuva. O encontro também teve como objetivo deixar a equipe em alerta para a necessidade de atendimentos, caso haja um volume maior de chuva nos próximos dias. A reunião aconteceu na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Educação e contou com a presença de representantes das diversas instituições que atuam em parceria com a Defesa Civil, além do prefeito de Canoinhas, Beto Faria, do vice-prefeito Wilson Pereira e do deputado federal Mauro Mariani.

O coordenador municipal da Defesa Civil, Nelson Reis, relatou que há mais de quinze dias está monitorando constantemente o nível do Rio Canoinhas e que nesse tempo, apesar de já serem registrados onze pontos de alagamento na área urbana do município, somente duas famílias precisaram sair de suas residências. “Quando realocamos as pessoas que moravam em áreas alagadiças, uma família não aceitou a nova casa fora de área de risco e agora precisou deixar sua residência em razão do volume de água”, disse o coordenador, destacando a importância da entrega das dez casas para as famílias que moravam em locais de risco. “Não precisamos montar abrigos, porque as pessoas já estavam morando nas novas casas, construídas em uma parceria da prefeitura com a defesa civil estadual”, enfatizou Nelson Reis.

“Nos últimos trinta dias choveu mais de 400mm, isso representa em média 30% do volume de chuva de um ano”, disse o prefeito de Canoinhas, Beto Faria, que também questionou os secretários municipais sobre os serviços e ações nas áreas mais atingidas. De acordo com a secretaria municipal de Desenvolvimento Rural, muitos produtores de tabaco de toda a região foram atingidos durante tempestade de granizo, já os produtores de milho e soja informaram a secretaria que haverá atraso na produção em razão do clima dos últimos dias. A Secretaria Municipal de Obras está trabalhando na recuperação de estradas da área rural, para não prejudicar o escoamento da produção agrícola, assim como o transporte escolar.

O coordenador regional da Defesa Civil, Edson Antocheski, falou que a maior preocupação no momento é com os rios que desaguam na bacia do Rio Canoinhas. “O Rio Negrinho subiu 35 centímetros durante a noite”, relatou Antocheski. Para o deputado federal Mauro Mariani, a reunião da defesa civil foi muito importante por proporcionar a troca de informações e demonstrar o quanto a equipe está unida e organizada para desempenhar suas funções, caso seja necessário. “Vocês estão de parabéns pela organização e pelas respostas rápidas à população, isso é muito importante”, elogiou o parlamentar.

O prefeito Beto Faria destacou o apoio que Canoinhastem recebido da Defesa Civil Estadual, que viabilizou a construção de casas e também disponibilizou os kits de transposição montados nas localidades de Entre Rios e Arroios. “A profissionalização da Defesa Civil e a parceria com o secretário Milton Hobus foram essenciais para o atendimento dos pleitos de nosso município”, enfatizou Faria.

O Plano de Contingência da Defesa Civil Municipal e o Monitoramento do Nível dos Rios Canoinhas e Iguaçú, podem ser conferidos pela população no site da prefeitura (www.pmc.sc.gov.br), por meio do link Defesa Civil.