Educação e saúde: alunos recebem informações sobre raiva

Após 10 anos sem registrar caso de raiva, o Brasil teve três óbitos em decorrência da doença em 2022. “As mortes acenderam o alerta no país e por isso estamos realizando ações em algumas escolas com informações sobre a doença”, explica Cristina Brandes Grosskopf,  bióloga do Ambulatório de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Canoinhas.

 

O ambulatório faz monitoramento de cães e gatos. “Temos colônia ativa na redondeza, mas não temos casos”, informa.

 

 

Unidades escolares estão recebendo cartilhas da Turma da Mônica sobre o assunto: “de maneira lúdica as crianças aprendem sobre a doença e levam a informação para casa. Agradecemos o compromisso de todo o corpo docente com esta ação”, destaca a bióloga.

 

 

Sobre a raiva

A raiva é uma doença que afeta o sistema nervoso central, levando à inflamação do cérebro e geralmente leva à morte, se a doença não for devidamente tratada. Essa doença pode ser curada se a pessoa procurar ajuda médica logo que é mordida, de forma a limpar e desinfetar o ferimento, receber a vacina, e caso seja necessário, tomar também imunoglobulinas.

 

Quais os sintomas da raiva?

• Alterações de comportamento – confusão mental, desorientação, agressividade, alucinações.

• Espasmos ao sentir água ou vento – hidrofobia.

• Mal-estar geral.

• Aumento de temperatura.

• Náuseas.

• Dor de garganta.