Alunos apresentam projetos em mostra científica

O resultado de pesquisas e projetos elaborados por professores e alunos de escolas municipais foi apresentado à comunidade durante mostra científica do projeto Verde é Vida, desenvolvido pela prefeitura de Canoinhas em conjunto com a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). A mostra aconteceu na sala de eventos da escola Presidente Castelo Branco e contou ainda com exposição de projetos de escolas de outros cinco municípios da região atendida pela associação.

O prefeito Beto Faria foi conversar com os alunos, professores e também conhecer um pouco mais das atividades realizadas em escolas das áreas rurais do município. Contente com o conteúdo apresentado em cada espaço da exposição, Faria comentou sobre a dedicação dos estudantes. “A cada ano que passa a evolução que ocorre é significativa, vocês estão de parabéns. Continuem assim, se dedicando e motivados para aprender cada vez mais”, disse o prefeito, que destacou ainda a parceria consolidada com a associação dos fumicultores. “Temos essa parceria efetiva da Afubra, buscando juntos desenvolver o senso cientifico e tecnológico das nossas crianças com vistas ao campo e principalmente a preservação do meio ambiente, promovendo trabalhos de pesquisas e experimentação nas nossas escolas”, explicou o prefeito.

Durante todo o dia da exposição aconteceu a votação para escolha dos quatro melhores projetos que serão apresentadas na 2ª etapa da Mostra Científica da Afubra, que acontece em 06 de novembro em Quitandinha (PR). Entre os escolhidos, está o projeto “Milho Multicor”, desenvolvido pela escola Municipal Reinaldo Krüger, de Canoinhas. Para a coordenadora do projeto Verde é Vida no município, Franciane Novak, esta união da Prefeitura e Afubra tem dado bons resultados. “É um projeto muito importante, que busca incentivar a pesquisa científica nas escolas. Podemos ver aqui como todos desempenharam suas atividades com dedicação, resultando em excelentes trabalhos e muito aprendizado”, avalia a coordenadora.

A mostra científica do projeto Verde é vida foi prestigiada pela comunidade, professores, alunos, representantes da Afubra e do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC), câmpus de Canoinhas.