Prefeitura contrata empresa para explorar balsas em Canoinhas

 

 Nesta quarta-feira, 27, o prefeito Beto Faria assinou o contrato de permissão de uso com a empresa de navegação que passa a ser responsável pelo transporte aquaviário nas balsas de Taunay, Paula Pereira, Santa Leocádia e Felipe Schmidt, na área rural de Canoinhas. O contrato de exploração a título precário tem vigência de 15 anos.

A empresa contratada deverá utilizar equipamentos aprovados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) ou Marinha do Brasil, além de possuir todas as licenças, autorizações e seguro necessário para exploração comercial das balsas. De acordo com o contrato, a empresa também deverá priorizar a segurança, economia, higiene, conforto, pontualidade, bom atendimento e a diligência dinamizada para o usuário, suas tripulações e profissionais de inspeção. “Em 2013 recebemos uma notificação da Antaq e agora estamos cumprindo com o que foi pedido pela agência, que determina que os serviços de travessia sejam feitos por empresas e não pelas prefeituras”, explica o prefeito Beto Faria.

A balsa de Taunay suporta até 20 toneladas e as demais balsas do município tem capacidade para até 30 toneladas, podendo fazer travessias até de caminhões trucados. Os motoristas e pedestres que utilizarem a balsa devem pagar o valor referente ao meio de transporte que fará a travessia pela balsa, sendo o valor mínimo de R$1,50 para pedestres e animais, podendo chegar a R$ 15 para travessias de ônibus.